Lote 188
Carregando...

Tipo:
Livros - Raros

CARNEIRO, H. J. D'Araujo. - CARTAS DIRIGIDAS A S. M. EL-REY D. JOÃO VI. desde 1817. A cerca do Estado de Portugal e Brazil, e outros mais documentos escritos - Por Ministro Encarregado de Negocios do mesmo Senhor junto da Confederaçaõ Helvetica. Londres: Na Impreçaô (sic) de Mess. Cox e Baylis, (circa 1821). - 17,5 x 10,5 cm. - IV ff. com prefácio datado de Londres, 31 de Março de 1821 + 80 pp. e no pé colofão - Encadernado em 1/2 couro azul escuro com douração na lombada. - Innocencio, III, p. 177, nº 7; Rodrigues, p. 49, nº 219 (rarissimo); Manuel dos Santos, p. 61, nº 622 (raro); B. de Moraes, I, p. 134 (very rare) e ed. 83, p. 156; Argeu, p. 104; Bosch, p. 260, nº 325; JCB, p. 698 - Borba de Moraes analisando as cartas diz que o autor, enviado como Ministro estava incapacitado de assumir em sua plenitude o cargo devido as intrigas dos seus inimigos, e que elas dão uma nítida ideia das intrigas que se passavam em Lisboa e em Londres quando da permanência de D. João VI no Rio de Janeiro. Diz mais Borba de Moraes: The Cartas were printed in London in 1821 or 1822. He published them to defend himself from the intrigues of his enemies who declined to allow him to take up his post in Switzerland. The first part of the book contains the letters to D. João, dating from 1817 to 1820. Unfortunately he published only a selection (pp 1-31). The aviso dismissing him from the post of chargé d´affaire in Switzerland, signed by Palmela appears on p. 33. From p. 34 to the end several letters to Palmela, Fernandes Viana, his brother Joaquim, Hippolyto da Costa, and others, are printed. The Cartas are important and interesting documents for the study of Portuguese affairs in London and Rio de Janeiro before the Portuguese revolution and the Independence of Brazil. They are very difficult to find today.. Assim, as cartas são "very difficult ", também consideradas por Rodrigues. A última página do nosso exemplar, como aliás de mais dois outros que tive em vista, tem as últimas 4 linhas riscadas com perda de letras devido a acidez da tinta. Vale o registro do êrro de português da indicação "impreçaô" da casa editora. RARÍSSIMO.

Peça

Visitas: 180

CARNEIRO, H. J. D'Araujo. - CARTAS DIRIGIDAS A S. M. EL-REY D. JOÃO VI. desde 1817. A cerca do Estado de Portugal e Brazil, e outros mais documentos escritos - Por Ministro Encarregado de Negocios do mesmo Senhor junto da Confederaçaõ Helvetica. Londres: Na Impreçaô (sic) de Mess. Cox e Baylis, (circa 1821). - 17,5 x 10,5 cm. - IV ff. com prefácio datado de Londres, 31 de Março de 1821 + 80 pp. e no pé colofão - Encadernado em 1/2 couro azul escuro com douração na lombada. - Innocencio, III, p. 177, nº 7; Rodrigues, p. 49, nº 219 (rarissimo); Manuel dos Santos, p. 61, nº 622 (raro); B. de Moraes, I, p. 134 (very rare) e ed. 83, p. 156; Argeu, p. 104; Bosch, p. 260, nº 325; JCB, p. 698 - Borba de Moraes analisando as cartas diz que o autor, enviado como Ministro estava incapacitado de assumir em sua plenitude o cargo devido as intrigas dos seus inimigos, e que elas dão uma nítida ideia das intrigas que se passavam em Lisboa e em Londres quando da permanência de D. João VI no Rio de Janeiro. Diz mais Borba de Moraes: The Cartas were printed in London in 1821 or 1822. He published them to defend himself from the intrigues of his enemies who declined to allow him to take up his post in Switzerland. The first part of the book contains the letters to D. João, dating from 1817 to 1820. Unfortunately he published only a selection (pp 1-31). The aviso dismissing him from the post of chargé d´affaire in Switzerland, signed by Palmela appears on p. 33. From p. 34 to the end several letters to Palmela, Fernandes Viana, his brother Joaquim, Hippolyto da Costa, and others, are printed. The Cartas are important and interesting documents for the study of Portuguese affairs in London and Rio de Janeiro before the Portuguese revolution and the Independence of Brazil. They are very difficult to find today.. Assim, as cartas são "very difficult ", também consideradas por Rodrigues. A última página do nosso exemplar, como aliás de mais dois outros que tive em vista, tem as últimas 4 linhas riscadas com perda de letras devido a acidez da tinta. Vale o registro do êrro de português da indicação "impreçaô" da casa editora. RARÍSSIMO.

Informações

Lance

    • 4 lance(s)

    • R$ 2,510.00

  • Lote Vendido
Termos e Condições
Condições de Pagamento
Frete e Envio
  • TERMOS E CONDIÇÕES

    1. As obras que compõem o presente LEILÃO, foram cuidadosamente espertizadas pelos organizadores que, solidários com os proprietários das mesmas, se responsabilizam por suas descrições.

    2. Em caso eventual de engano na espertizagem de obras, comprovado por peritos idôneos, e mediante laudo assinado, ficará desfeita a venda, desde que a reclamação seja feita em até 5 dias após o término do leilão. Findo o prazo, não será mais admitidas quaisquer reclamação, considerando-se definitiva a venda.

    3. As obras estrangeiras serão sempre vendidas como Atribuídas.

    4. O Leiloeiro não é proprietário dos lotes, mas o faz em nome de terceiros, que são responsáveis pela licitude e desembaraço dos mesmos.

    5. Elaborou-se com esmero o catálogo, cujos lotes se acham descritos de modo objetivo. As obras serão vendidas NO ESTADO em que foram recebidas e expostas. Descrição de estado ou vícios decorrentes do uso será descrito dentro do possível, mas sem obrigação. Pelo que se solicita aos interessados ou seus peritos, prévio e detalhado exame até o dia do pregão. Depois da venda realizada não serão aceitas reclamações quanto ao estado das mesmas nem servirá de alegação para descumprir compromisso firmado.

    6. Os leilões obedecem rigorosamente à ordem do catálogo.

    7. Ofertas por escrito podem ser feitas antes dos leilões, ou autorizar a lançar em seu nome o que será feito por funcionário autorizado.

    8. O Leiloeiro colocará a título de CORTESIA, de forma gratuita e confidencial, serviço de arrematação pelo telefone e Internet, sem que isto o obrigue legalmente perante falhas de terceiros.

    8.1. LANCES PELA INTERNET: O arrematante poderá efetuar lances automáticos, de tal maneira que, se outro arrematante cobrir sua oferta, o sistema automaticamente gerará um novo lance para aquele arrematante, acrescido do incremento mínimo, até o limite máximo estabelecido pelo arrematante. Os lances automáticos ficarão registrados no sistema com a data em que forem feitos. Os lances ofertados são IRREVOGÁVEIS e IRRETRATÁVEIS. O arrematante é responsável por todos os lances feitos em seu nome, pelo que os lances não podem ser anulados e/ou cancelados em nenhuma hipótese.

    Em caso de empate entre arrematantes que efetivaram lances no mesmo lote e de mesmo valor, prevalecerá vencedor aquele que lançou primeiro (data e hora do registro do lance no site), devendo ser considerado inclusive que o lance automático fica registrado na data em que foi feito. Para desempate, o lance automático prevalecerá sobre o lance manual.

    9. O Leiloeiro se reserva o direito de não aceitar lances de licitante com obrigações pendentes.

    10. Adquiridas as obras e assinado pelo arrematante o compromisso de compra, NÃO MAIS SERÃO ADMITIDAS DESISTÊNCIAS sob qualquer alegação.

    11. O arremate será sempre em moeda nacional. A progressão dos lances, nunca inferior a 5% do anterior, e sempre em múltiplo de dez. Outro procedimento será sempre por licença do Leiloeiro; o que não cria novação.

    12. Em caso de litígio prevalece a palavra do Leiloeiro.

    13. As obras adquiridas deverão ser pagas e retiradas IMPRETERIVELMENTE em até 48 horas após o término do leilão, e serão acrescidas da comissão do Leiloeiro, (5%). Não sendo obedecido o prazo previsto, o Leiloeiro poderá dar por desfeita a venda e, por via de EXECUÇÃO JUDICIAL, cobrar sua comissão e a dos organizadores.

    14ª. As despesas com as remessas dos lotes adquiridos, caso estes não possam ser retirados, serão de inteira responsabilidade dos arrematantes. O cálculo de frete, serviços de embalagem e despacho das mercadorias deverão ser considerados como Cortesia e serão efetuados pelas Galerias e/ou Organizadores mediante prévia indicação da empresa responsável pelo transporte e respectivo pagamento dos custos de envio.

  • CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

    A vista com acréscimo da taxa do leiloeiro de 5%.
    Através de depósito ou transferência bancária em conta a ser enviada por e-mail após o último dia do leilão.
    Não aceitamos cartões de crédito ou débito.

  • FRETE E ENVIO

    As despesas com retirada e remessa dos lotes, são de responsabilidade dos arrematantes. Ver Condições de Venda do Leilão.
    Despachamos para todos os Estados.